Get down with this!

Já imaginou um mundo sem batidas, sem DJs, sem flows e rimas pra embalar a vida? Pra mim, esse é o verdadeiro cenário do caos… E é nesse cenário que Baz Luhrmann, Andrew Bernstein e mais uma turma de atores de talento mostram o começo da cena Hip Hop e da cena underground em Nova Iorque enquanto a época da brilhantina e da Disco Music começam a virar coisa do passado. Que o Baz já era conhecido por criar universos surreais, tudo bem… Mas o cara teve a sacada de transmitir com poesia o cenário do surgimento de uma cultura que saiu da quebrada e invadiu a indústria da música através de letras, rimas, scratches, dança e grafite.

A história é narrada como um rap e as cenas normais se mesclam a cenas com filtro à la anos 70 para dar aquela ambientada e levar o espectador direto para o túnel do tempo. E o resultado fica incrível! Simplesmente poesia pura. Mas voltando ao assunto, a história gira em torno de um grupo de amigos no Bronx. Como o Zeke, personagem principal, mostrando de maneira lúdica a poesia como elemento chave da cultura que saiu das ruas e revolucionou a vida, os ouvidos e a indústria da música através de rimas mandando um papo reto. E como não pode faltar um romance… Books (ou Zeke) vive uma paixão pela filha do pastor, que canta no coral da igreja do pai e deseja mais que tudo sair do Bronx e se tornar uma cantora disco famosa. Fora isso ainda tem os dilemas pessoais dele, que se vê na ralação de tentar se dar bem na vida, hesitando entre a música e um trampo normal. Na série, cada um dos amigos acaba mostrando um aspecto da cultura Hip Hop: as tintas e o grafite, as rimas e o rap, as pick-up e os scratches, a dança e os b-boys.

Para dar um tempero a mais, a história ainda conta com a figura mítica e real do genial Grandmaster Flash, o cara das turntables! Ele entra em cena como grande mestre das pick-ups para aconselhar o Shaolin Fantastic, um dos caras da trupe, e ajudá-lo a se tornar um verdadeiro DJ. Cara, é um lindo retrato do início do Hip Hop como uma expressão artística ligada à galera da perifa e que ganhou o mundo para alegrar a vida da gente até hoje!

No ano passado a JAMBOX, até teve o prazer de produzir o show do Grandmaster Flash, momento inesquecível para as produtoras Rizza Bomfim e Luísa Viscardi.

Assim o vídeo da passagem dessa lenda viva pelo Brasil.

E se você quiser se ligar nas primeiras lições do Grand Master, se liga só nesse vídeo do fundo do baú que surgiu direto dos confins do You Tube!

E pra ver uma verdadeira batalha nas pick-ups…

É muito Hip Hop! \o/

Essa é A série para ver, escutar, dançar e pirar! 😉

Confira a trilha sonora da série no Spotify clicando aqui.

Por Dafne Gomide